Mensagem das autoras

Bem vindos ao blogue.
Esperamos que encontrem por cá ajuda para os vossos problemas ou para resolver as vossas curiosidades.
Caso não encontrem respostas às vossas dúvidas, não hesitem em escrevê-la num comentário, na Cbox ou num e-mail.
Apesar de termos alguns conhecimentos de saúde, não somos veterinárias e não sabemos diagnosticar os vossos coelhos, assim como não compactuamos com negligência. Casos de doença são para os veterinários.
Não pretendemos afirmar-nos como autoridades, mas sim facultar um local onde se possa aprender um pouco mais.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A coelhinha Bu


Cá estou eu para contar a história de como a Bu veio cá para casa.
Quando mudei de casa o meu namorado quis comprar um aquário, então fomos à loja de animais aqui perto. Mal entrei e vi logo a Bu. Enquanto o meu namorado escolhia o aquário eu namorava a coelha. Voltámos para casa e foi quando eu descobri o blogue OCA, pois fiz várias pesquisas sobre coelhos, quais os cuidados, a alimentação, higiene, etc. Chegámos a ir várias vezes à loja para abastecer o aquário até que acabei por perguntar pela coelha, que na altura era "o coelho". O meu namorado torceu o nariz mas disse que eu podia comprar desde que fosse eu a cuidar dela. O que ele me foi dizer! Nesse mesmo instante já estava a pegar na gaiola, na ração, litter... e na Buzinha. O que é certo é que era para ser O BU (demos-lhes o nome de Bu, pois assustava-se a ela própria e nós também) mas logo descobrimos que era uma menina. Três noites depois de vir cá para casa ela começou a arrancar o pêlo para fazer o ninho e eu chorava, pois não sabia o que se estava a passar. Nessa noite só dormi 2 horas e quando acordei fui dar com 4 crias todas limpinhas e encolhidas num canto da gaiola. Ficámos surpreendidos pois era para ser um coelho e afinal para além de ser uma coelha já vinha com 4 bebézinhos mas ao mesmo tempo ficámos aliviados pois ela estava bem e não era nada de grave. Não passou de um susto e podia ter corrido mal mas nunca mais pensei nisso pois ela agora está aqui comigo, felicíssima da vida e de muito boa saúde. Adoro-a mesmo muito e não me arrependo de a ter trazido cá para casa.

- Fernanda Kezerle

O pequeno Amendoim


Olá, eu sou o Amendoim.
Fui dado à minha dona já passava da meia noite de 22, por isso foi dia 23 que eu "nasci" na vida dela. Sou branquinho e tenho olhos azuis cor do céu.
Tenho uma caminha e uma casinha que so durmo lá quando tenho frio ou medo da chuva que bate na janela na cozinha, por isso as vezes durmo na sala :D Descobri uma maneira de sair da gaiola apesar dos meus donos me tirarem de lá grande parte do dia. Gosto da minha ração e do feno. Tenho um brinquedo, uma cenoura que faz barulho, mas o que gosto mais de fazer é por-me em cima da minha casinha e deitar-me no tapete à espera de festinhas. Quando me soltam fico que nem maluco e corro pela cozinha... E adoro esconder-me para me procurarem...
De três em três dias tenho a casa limpa e sou muito bem tratado pelos donos.
À noite a minha dona tapa parte da gaiola com uma mantinha azul para me proteger.
o dono diz que ela adora animais e que é maluca pois diz que quando vier um tempo melhor me leva a rua a passear, mas vamos ver o que a veterinária vai dizer.
Um beijinho do Amendoim e dos meus donos Bárbara e Mário
PS: tenho uma tenda tao lindaa :D até vou mandar uma foto.

- Bárbara e Mário

A história da Bé


Boa noite, o meu nome é Vanessa Silva e em Outubro de 2009 adoptei um coelho (isso pensava eu… lolol). Na 1ª visita ao Vet, descobri que o Bé era uma menina :) … e ficamos muito felizes na mesma.
Agora a Bé já está grande, nunca vi animal com tanta energia. Tem dois amigos não muito comuns - dois gatos (a Flor e o Tomás) gosta de correr atrás deles porque quem manda cá em casa é ela :)
O motivo desta minha mensagem é agradecer tudo o que vocês fazem pelos donos e pelos nossos coelhos.
Desde o primeiro dia da Bé nesta casa que foi no blogue o Coelho anão que eu esclareci todas as minhas duvidas e incertezas. Sempre que tive medo de estar a cometer algum erro ao tratar a minha coelha é no blogue que procuro e encontro ajuda.
Mais uma vez muito obrigada por tudo e umas boas entradas no novo ano.
Cumprimentos.

- Vanessa Sîlva

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Uma nova fase

Olá a todos!
Como já repararam, existem algumas alterações no nosso blogue. Estamos em fase de remodelações para vos apresentarmos um blogue cada vez mais dinâmico e esperemos que gostem!
Temos uma nova página no Facebook, desta vez poderão fazer Like à vontade e em segurança, pois nunca teremos acesso aos vossos dados pessoais e podem assim acompanhar as actividades do blogue de modo muito mais simples.
Informamos também que o fórum deixou de fazer parte deste projecto, pelo que já não nos encontrarão por lá. Mas como sempre, continuamos à espera das vossas perguntas e contribuições, seja no OCA-mobile, aqui no blogue, no nosso Facebook ou no e-mail.
Continuamos à espera das fotos dos coelhinhos dos nossos leitores que ainda não tiveram o seu momento de estrela por cá.
Prometemos voltar em força com novos artigos, passatempos e muita vontade de vos continuar a ajudar.

Obrigada por fazerem do blogue aquilo que ele é,
Ana e Mar

P.S. E digam lá se o nosso novo logo não é o mais adorável de sempre?

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Boas festas !

Bom Natal e Feliz ano novo : )

Sugestões para artigos

Olá a todos e todas.
Antes de mais, queria agradecer a todos o apoio prestado ao longo destes dois anos de existência. Como sabem, o blogue fez dois anos no dia 22 de Novembro deste ano. Como tal, achei que estaria na altura de rever alguns aspectos, nomeadamente no que diz respeito à elaboração de novos artigos. Assim sendo, gostaria que todos leitores que nos seguem dessem a sua opinião relativamente a temas que gostariam de ver abordados em artigos futuros. Peço que enviem um e-mail para ocoelhoanao@gmail.com com as vossas propostas ou, então, que deixem um comentário neste post. Só assim serão validadas.
Obrigada a todos e todas pela compreensão !
Boas festas : )

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Vencedores do concurso 2º aniversário OCA

Fritz

Bu


Bimbol, o fugitivo

"Olá Ana e Marta,
Tenho muito a agradecer as autoras do Blog por tantas informações, pela iniciativa, por doarem de seu tempo para esclarecer tantas duvidas de criadores de coelhos como eu. No inicio do ano passado, descobri que a coelha de minha vizinha tinha dado a luz a três lindos coelhinhos e os escondido em uma toca subterrânea aos fundos de minha casa, aqui no Brasil. Entre eles havia um lindo coelho cinza de olhos claros, com traços muito parecidos ao do famoso “Coelho Pernalonga”. Apaixonei-me logo quando o vi tentando se esconder na toca, com poucos dias de vida e cerca de dez centímetros. O chamei de BIMBOL e logo cuidei para que fosse protegido contra possíveis predadores. Ao tempo que crescia Bimbol se mostrava muito amoroso, levado e brincalhão. Mas com o tempo ele não conseguia se dar bem com seu irmão mais velho devido a constantes disputas de território. Bimbol acabou fugindo do pomar onde moro. Quase enlouquece! Meses se passaram até que meu pai o avistou em uma região próxima, com muita mata. Bimbol havia fugido para lá e estava agora se comportando como um coelho selvagem. Nada e ninguém conseguia se aproximar dele. Até que eu mesma fui até lá. Levei as frutas e brinquedos que ele mais gostava. E no meio da mata o chamei, chamei, chamei... "Quando estava quase desistindo achando que nunca reconheceria seu nome e minha voz, vi algo correndo pelo mato em minha direção. Fiquei assustada até que enfim ele apareceu. Estava emocionada ao ver novamente meu coelho e por saber que depois de tanto tempo ele havia me reconhecido e ainda confiava em mim. Era época de seca na região, e ele estava muito magro, extremamente faminto, seu pelo estava sujo, seus dentes superiores haviam crescido demasiadamente, os dentes inferiores caíram e estava repleto de pulgas. Logo procurei alimentá-lo, o levei para casa e deixei em uma gaiola para observação. As informações contidas no site sobre banho, corte dos dentes, pulgas, e outras me ajudaram grandemente no enorme desafio de cuidar dele depois do que aconteceu. Passei horas retirando espinhos de seu pelo. Foi muito trabalhoso mais valeu à pena. Hoje Bimbol está fofinho, limpo, saudável, brincalhão e ainda mais incrível é que ele e seu irmão são muito amigos agora. Depois de muitas conversas e pequenas aproximações, eles se deram bem, gostam de brincar juntos e não mais disputam territórios. Quando solto Bimbol sempre vem ao meu encontro, correndo em volta de mim com pulos, balançando as orelhas. Sinto que ele agradece por cuidar dele, por todo o esforço e dedicação.
Parabéns pelo dois anos de Blog.
Continuem com esta iniciativa.
Obrigada por tudo.
Lindabelma Moreira."

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Soren - Holandês de olhos azuis

Recebemos este e-mail que gostaríamos muito de partilhar com todos os leitores:

"Olá! Meu nome é Bianca Viana, tenho 31 anos, sou de Natal, Brasil e descobri o blogue enquanto pesquisava sobre coelhos! Há um mês estou com o Soren, que ganhei do meu pai, e sempre tive muita vontade de ter um coelho! Não me canso de pesquisar, principalmente sobre a alimentação dele, já que, antes do Soren, apareceu um coelhinho aqui em casa, que um gato de rua caçou de um vizinho, e veio "jantar" o coelho no meu quintal... por sorte do coelhinho, eu o salvei do gato, e decidi criá-lo... mas além de muito novinho, talvez nem tivesse idade suficiente para estar longe da mãe dele, ele estava muito machucado, assustado e infelizmente, só durou uma semana.... ele teve uma forte diarréia, e morreu antes de 24 horas. Me culpei muito, pois achei que não tivesse cuidado dele direito. Um mês depois, vendo a minha tristeza com a perda desse primeiro coelho, que eu o chamava de Floquinho, meu pai chegou em casa com o Soren... como chorei de emoção ao ver tamanha coisa fofinha, um coelho holandês, de olhos azuis, super meigo, alegre e brincalhão, nunca teve medo de ninguém aqui em casa, e faz festas com todos que se aproximarem da gaiolinha dele! Ele dá trabalho, pois qualquer animal, pra ser bem cuidado, precisa de dedicação, mas faço isso com muito prazer, e é recompensador ver a carinha de alegria do Soren, brincando nos pés de qualquer membro da família, quando está solto! Levo-o pra passear no quintal aqui de casa duas vezes por dia, durante 1 ou 2 horas, sempre sob minha supervisão, e ele não reclama na hora de guardá-lo de volta na gaiolinha! Segue em anexo algumas fotos dele, gostaria que publicassem no blogue, ficaríamos super contentes!!! Desde já agradeço!!"

LinkWithin