Mensagem das autoras

Bem vindos ao blogue.
Esperamos que encontrem por cá ajuda para os vossos problemas ou para resolver as vossas curiosidades.
Caso não encontrem respostas às vossas dúvidas, não hesitem em escrevê-la num comentário, na Cbox ou num e-mail.
Apesar de termos alguns conhecimentos de saúde, não somos veterinárias e não sabemos diagnosticar os vossos coelhos, assim como não compactuamos com negligência. Casos de doença são para os veterinários.
Não pretendemos afirmar-nos como autoridades, mas sim facultar um local onde se possa aprender um pouco mais.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A coelhinha Bu


Cá estou eu para contar a história de como a Bu veio cá para casa.
Quando mudei de casa o meu namorado quis comprar um aquário, então fomos à loja de animais aqui perto. Mal entrei e vi logo a Bu. Enquanto o meu namorado escolhia o aquário eu namorava a coelha. Voltámos para casa e foi quando eu descobri o blogue OCA, pois fiz várias pesquisas sobre coelhos, quais os cuidados, a alimentação, higiene, etc. Chegámos a ir várias vezes à loja para abastecer o aquário até que acabei por perguntar pela coelha, que na altura era "o coelho". O meu namorado torceu o nariz mas disse que eu podia comprar desde que fosse eu a cuidar dela. O que ele me foi dizer! Nesse mesmo instante já estava a pegar na gaiola, na ração, litter... e na Buzinha. O que é certo é que era para ser O BU (demos-lhes o nome de Bu, pois assustava-se a ela própria e nós também) mas logo descobrimos que era uma menina. Três noites depois de vir cá para casa ela começou a arrancar o pêlo para fazer o ninho e eu chorava, pois não sabia o que se estava a passar. Nessa noite só dormi 2 horas e quando acordei fui dar com 4 crias todas limpinhas e encolhidas num canto da gaiola. Ficámos surpreendidos pois era para ser um coelho e afinal para além de ser uma coelha já vinha com 4 bebézinhos mas ao mesmo tempo ficámos aliviados pois ela estava bem e não era nada de grave. Não passou de um susto e podia ter corrido mal mas nunca mais pensei nisso pois ela agora está aqui comigo, felicíssima da vida e de muito boa saúde. Adoro-a mesmo muito e não me arrependo de a ter trazido cá para casa.

- Fernanda Kezerle

O pequeno Amendoim


Olá, eu sou o Amendoim.
Fui dado à minha dona já passava da meia noite de 22, por isso foi dia 23 que eu "nasci" na vida dela. Sou branquinho e tenho olhos azuis cor do céu.
Tenho uma caminha e uma casinha que so durmo lá quando tenho frio ou medo da chuva que bate na janela na cozinha, por isso as vezes durmo na sala :D Descobri uma maneira de sair da gaiola apesar dos meus donos me tirarem de lá grande parte do dia. Gosto da minha ração e do feno. Tenho um brinquedo, uma cenoura que faz barulho, mas o que gosto mais de fazer é por-me em cima da minha casinha e deitar-me no tapete à espera de festinhas. Quando me soltam fico que nem maluco e corro pela cozinha... E adoro esconder-me para me procurarem...
De três em três dias tenho a casa limpa e sou muito bem tratado pelos donos.
À noite a minha dona tapa parte da gaiola com uma mantinha azul para me proteger.
o dono diz que ela adora animais e que é maluca pois diz que quando vier um tempo melhor me leva a rua a passear, mas vamos ver o que a veterinária vai dizer.
Um beijinho do Amendoim e dos meus donos Bárbara e Mário
PS: tenho uma tenda tao lindaa :D até vou mandar uma foto.

- Bárbara e Mário

A história da Bé


Boa noite, o meu nome é Vanessa Silva e em Outubro de 2009 adoptei um coelho (isso pensava eu… lolol). Na 1ª visita ao Vet, descobri que o Bé era uma menina :) … e ficamos muito felizes na mesma.
Agora a Bé já está grande, nunca vi animal com tanta energia. Tem dois amigos não muito comuns - dois gatos (a Flor e o Tomás) gosta de correr atrás deles porque quem manda cá em casa é ela :)
O motivo desta minha mensagem é agradecer tudo o que vocês fazem pelos donos e pelos nossos coelhos.
Desde o primeiro dia da Bé nesta casa que foi no blogue o Coelho anão que eu esclareci todas as minhas duvidas e incertezas. Sempre que tive medo de estar a cometer algum erro ao tratar a minha coelha é no blogue que procuro e encontro ajuda.
Mais uma vez muito obrigada por tudo e umas boas entradas no novo ano.
Cumprimentos.

- Vanessa Sîlva

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Uma nova fase

Olá a todos!
Como já repararam, existem algumas alterações no nosso blogue. Estamos em fase de remodelações para vos apresentarmos um blogue cada vez mais dinâmico e esperemos que gostem!
Temos uma nova página no Facebook, desta vez poderão fazer Like à vontade e em segurança, pois nunca teremos acesso aos vossos dados pessoais e podem assim acompanhar as actividades do blogue de modo muito mais simples.
Informamos também que o fórum deixou de fazer parte deste projecto, pelo que já não nos encontrarão por lá. Mas como sempre, continuamos à espera das vossas perguntas e contribuições, seja no OCA-mobile, aqui no blogue, no nosso Facebook ou no e-mail.
Continuamos à espera das fotos dos coelhinhos dos nossos leitores que ainda não tiveram o seu momento de estrela por cá.
Prometemos voltar em força com novos artigos, passatempos e muita vontade de vos continuar a ajudar.

Obrigada por fazerem do blogue aquilo que ele é,
Ana e Mar

P.S. E digam lá se o nosso novo logo não é o mais adorável de sempre?

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Boas festas !

Bom Natal e Feliz ano novo : )

Sugestões para artigos

Olá a todos e todas.
Antes de mais, queria agradecer a todos o apoio prestado ao longo destes dois anos de existência. Como sabem, o blogue fez dois anos no dia 22 de Novembro deste ano. Como tal, achei que estaria na altura de rever alguns aspectos, nomeadamente no que diz respeito à elaboração de novos artigos. Assim sendo, gostaria que todos leitores que nos seguem dessem a sua opinião relativamente a temas que gostariam de ver abordados em artigos futuros. Peço que enviem um e-mail para ocoelhoanao@gmail.com com as vossas propostas ou, então, que deixem um comentário neste post. Só assim serão validadas.
Obrigada a todos e todas pela compreensão !
Boas festas : )

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Vencedores do concurso 2º aniversário OCA

Fritz

Bu


Bimbol, o fugitivo

"Olá Ana e Marta,
Tenho muito a agradecer as autoras do Blog por tantas informações, pela iniciativa, por doarem de seu tempo para esclarecer tantas duvidas de criadores de coelhos como eu. No inicio do ano passado, descobri que a coelha de minha vizinha tinha dado a luz a três lindos coelhinhos e os escondido em uma toca subterrânea aos fundos de minha casa, aqui no Brasil. Entre eles havia um lindo coelho cinza de olhos claros, com traços muito parecidos ao do famoso “Coelho Pernalonga”. Apaixonei-me logo quando o vi tentando se esconder na toca, com poucos dias de vida e cerca de dez centímetros. O chamei de BIMBOL e logo cuidei para que fosse protegido contra possíveis predadores. Ao tempo que crescia Bimbol se mostrava muito amoroso, levado e brincalhão. Mas com o tempo ele não conseguia se dar bem com seu irmão mais velho devido a constantes disputas de território. Bimbol acabou fugindo do pomar onde moro. Quase enlouquece! Meses se passaram até que meu pai o avistou em uma região próxima, com muita mata. Bimbol havia fugido para lá e estava agora se comportando como um coelho selvagem. Nada e ninguém conseguia se aproximar dele. Até que eu mesma fui até lá. Levei as frutas e brinquedos que ele mais gostava. E no meio da mata o chamei, chamei, chamei... "Quando estava quase desistindo achando que nunca reconheceria seu nome e minha voz, vi algo correndo pelo mato em minha direção. Fiquei assustada até que enfim ele apareceu. Estava emocionada ao ver novamente meu coelho e por saber que depois de tanto tempo ele havia me reconhecido e ainda confiava em mim. Era época de seca na região, e ele estava muito magro, extremamente faminto, seu pelo estava sujo, seus dentes superiores haviam crescido demasiadamente, os dentes inferiores caíram e estava repleto de pulgas. Logo procurei alimentá-lo, o levei para casa e deixei em uma gaiola para observação. As informações contidas no site sobre banho, corte dos dentes, pulgas, e outras me ajudaram grandemente no enorme desafio de cuidar dele depois do que aconteceu. Passei horas retirando espinhos de seu pelo. Foi muito trabalhoso mais valeu à pena. Hoje Bimbol está fofinho, limpo, saudável, brincalhão e ainda mais incrível é que ele e seu irmão são muito amigos agora. Depois de muitas conversas e pequenas aproximações, eles se deram bem, gostam de brincar juntos e não mais disputam territórios. Quando solto Bimbol sempre vem ao meu encontro, correndo em volta de mim com pulos, balançando as orelhas. Sinto que ele agradece por cuidar dele, por todo o esforço e dedicação.
Parabéns pelo dois anos de Blog.
Continuem com esta iniciativa.
Obrigada por tudo.
Lindabelma Moreira."

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Soren - Holandês de olhos azuis

Recebemos este e-mail que gostaríamos muito de partilhar com todos os leitores:

"Olá! Meu nome é Bianca Viana, tenho 31 anos, sou de Natal, Brasil e descobri o blogue enquanto pesquisava sobre coelhos! Há um mês estou com o Soren, que ganhei do meu pai, e sempre tive muita vontade de ter um coelho! Não me canso de pesquisar, principalmente sobre a alimentação dele, já que, antes do Soren, apareceu um coelhinho aqui em casa, que um gato de rua caçou de um vizinho, e veio "jantar" o coelho no meu quintal... por sorte do coelhinho, eu o salvei do gato, e decidi criá-lo... mas além de muito novinho, talvez nem tivesse idade suficiente para estar longe da mãe dele, ele estava muito machucado, assustado e infelizmente, só durou uma semana.... ele teve uma forte diarréia, e morreu antes de 24 horas. Me culpei muito, pois achei que não tivesse cuidado dele direito. Um mês depois, vendo a minha tristeza com a perda desse primeiro coelho, que eu o chamava de Floquinho, meu pai chegou em casa com o Soren... como chorei de emoção ao ver tamanha coisa fofinha, um coelho holandês, de olhos azuis, super meigo, alegre e brincalhão, nunca teve medo de ninguém aqui em casa, e faz festas com todos que se aproximarem da gaiolinha dele! Ele dá trabalho, pois qualquer animal, pra ser bem cuidado, precisa de dedicação, mas faço isso com muito prazer, e é recompensador ver a carinha de alegria do Soren, brincando nos pés de qualquer membro da família, quando está solto! Levo-o pra passear no quintal aqui de casa duas vezes por dia, durante 1 ou 2 horas, sempre sob minha supervisão, e ele não reclama na hora de guardá-lo de volta na gaiolinha! Segue em anexo algumas fotos dele, gostaria que publicassem no blogue, ficaríamos super contentes!!! Desde já agradeço!!"

sábado, 27 de novembro de 2010

Evento de Natal no ***

Troca de presentes de Natal !














Depois de andarmos a discutir formas de realizar a troca de presentes, chegou a altura de formular o post oficial onde podem ter conhecimento de como poderão participar neste evento.
Nesta época especial, achámos por bem organizar algo que nos permitisse presentear os coelhinhos e coelhinhas uns dos outros. Não há nada melhor para isso do que organizar uma troca de presentes, onde todos podem participar e são bem-vindos.
Antes de mais, terão de estar inscritos no ***. Se ainda não estiverem por lá, inscrevam-se o mais rápido possível. Ainda vão a tempo para poderem participar no nosso evento de Natal pois as inscrições para participar na troca acabam dia 15 de Dezembro.
O objectivo deste evento é a dinamização do *** e a aproximação das pessoas que com todo o seu carinho nos têm seguido incondicionalmente ao longo destes dois anos de existência.
Assim, pedimos que consultem o *** para obter todas as informações obre as condições de realização deste evento.

Muito obrigada a todos/as.
Contamos com as vossas inscrições !

terça-feira, 23 de novembro de 2010

OCA-Mobile

OCA-Mobile. É a novidade que vem com a comemoração do nosso 2º aniversário. Agora, pode usar este número para contactar o Grupo OCA. As suas dúvidas esclarecidas, questões respondidas e até mesmo situações de emergência resolvidas. Dentro do que pudermos ajudar, temos todos o gosto !

ATENÇÃO: Pedimos que na utilização deste serviço façam uso do bom-senso. Como tal, não serão atendidos números privados. Não garantimos resposta a sms's (pelo que pedimos sempre que telefonem em vez de enviarem mensagem). Qualquer sms ou telefonema inapropriado será ignorado. Não se esqueçam que podemos não ter resposta para tudo e, assim sendo, não queremos de forma alguma substituir o papel do veterinário. Por isso, urgências que requerem o veterinário, ficam para o mesmo.

domingo, 3 de outubro de 2010

Fotografias do Dia Internacional do Coelho








Algumas fotografias encontram-se censuradas
a fim de respeitar a privacidade das pessoas, a seu pedido.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O pequenino Afonso


terça-feira, 7 de setembro de 2010

Chérie - Uma nova amiga



"Ganhei Chérie de presente de aniversário, ela era uma dos muitos coelhos criados para abate aqui no Brasil. Uma amiga e eu estavamos na frente de um armazém, e la estava Chérie dentro de uma gaiola pequena com muitos outros coelhos espremidos.
Eu queria mesmo era levar todos, mas como não poderia salvar a todos, salvei Chérie do abate, hoje ela é amada, paparicada, e eu pouco me importo se tem raça defina. Digamos que ela é cheia de personalidade, e me faz muito feliz. Adorei o site, estão de parabéns! Daieny"

Esta é a nossa mais recente amiga. A Chérie é uma coelhinha tão sortuda que até tem o seu próprio blogue. Podem consultá-lo aqui: http://minhavidacomcherie.blogspot.com

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Um aniversário especial

Parabéns ao Blinky pelos seus 2 anos de idade. E parabéns à Carlota Baptista, a sua dona, que lhe fez o bolo mais original que já vi ! Vejam só:



sábado, 21 de agosto de 2010

Dia Internacional do Coelho - OCA Eventos


Clique na imagem para aumentar.
Contamos com a sua presença : )

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Os amigos do OCA

Reunimos todas as fotografias enviadas pelos nossos leitores para o e-mail do OCA Blogue e criámos esta votação. Vote no coelho/a que considerar mais fotogénico/a. As fotografias foram distribuídas por uma ordem aleatória. Para ver os coelhos, clique na imagem que se segue (que deverá aumentar de tamanho). De seguida, é só votar no seu preferido na votação em baixo, criada para esse efeito. A votação encerra dia 15 de Agosto, à meia-noite e o resultado será afixado no dia seguinte até ao meio dia.










Qual é, para si, o coelho/a mais fotogénico/a ?

View Results
Create a Blog Poll

domingo, 1 de agosto de 2010

Almoço-convívio com os leitores do OCA

Dia Internacional do Coelho
26 de Setembro de 2010











- O que é ?
O Dia Internacional do Coelho é um dia durante o qual se promove a protecção e cuidado dos coelhos, sejam eles de estimação ou selvagens.

- Quando é ?
Comemora-se no quarto Sábado ou Domingo do mês de Setembro. Este ano, calha dia 26 de Setembro (a um Domingo).

- Qual é o seu significado ?
Neste dia, tem-se por hábito pensar nos coelhos como animais que enchem a nossa vida de alegria. Mas nem tudo é um mar de rosas, isto porque também é costume relembrar os maus-tratos aos quais os coelhos são submetidos, como é o caso da caça, da utilização dos coelhos em pratos gastronómicos (consumo de carne de coelho), do seu uso em experiências médicas e farmacêuticas (as chamadas cobaias de testes laboratoriais) e da sua utilização para serem testados alguns produtos, como é o caso dos cosméticos (maquilhagem). Os coelhos são ainda vítimas de maus-tratos nas mãos do ser humano devido ao uso e consumo de peles e pêlo na indústria da moda.

- Missão
Todos os coelhos merecem a nossa atenção, independentemente da sua raça, temperamento, estado de saúde ou da forma como se relacionam com os humanos. O bem-estar de todos os coelhos (e de cada um em particular) é a nossa principal preocupação. Assim sendo, somos totalmente contra a exploração destes animais. Os coelhos domésticos são animais de companhia. Como tal, devem ter direito, no mínimo, a ser tratados como seres únicos, distintos entre si pela sua personalidade e carisma.

- Comemoração
Sendo dia 26 de Setembro o Dia Internacional do Coelho, faz todo o sentido que o Grupo OCA se mobilize a fim de proporcionar aos leitores do blogue, *** e facebook um evento comemorativo desta data. O restaurante (Lisboa) e hora da realização do evento ainda se encontram por decidir. Contudo, podemos desde já adiantar que pretendemos fazer um almoço-convívio com muitas surpresas à mistura. O evento não é restrito aos participantes do ***, Blogue ou Facebook. Este evento é para todos os amantes dos animais.
A participação no evento será feita através de uma inscrição prévia. Pelo que peço a todos os interessados em participar, que me enviem um e-mail para mar-fc@live.com.pt indicando o vosso Nome, Telemóvel, E-mail e Melhor hora para contactar. Mal tenhamos novidades relativas ao restaurante e hora, entraremos em contacto com os interessados (que deverão posteriormente confirmar a presença).


Divulguem junto de amigos, família, associações, etc. O objectivo é juntar um grupo interessante de pessoas e divertirmo-nos muito : )

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Idade humana dos coelhos

Faz algum tempo que queria publicar este artigo no blogue. Apesar de já o termos publicado no nosso *** há bastante tempo, os leitores do blogue ainda não o tinham visto.
Nunca tiveram curiosidade em saber qual é a idade humana correspondente à idade do vosso coelho? Se a resposta for afirmativa, espero então que se divirtam com este artigo. Para mim, é super engraçado e aproveito desde já para vos dizer que o meu Floppy tem 21 anos humanos (neste momento ele está com 1 ano e 6 meses).
Um obrigada à Ana Santos, moderadora do ***, pela pesquisa.

Clicar na imagem para a aumentar

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Os primos dos coelhos, família Leporidae

Como já temos vindo a esclarecer desde o início, o coelho não se enquadra na ordem dos roedores, como muito erradamente se pensa, mas sim na ordem dos mamíferos lagomorfos, sendo um animal pertencente à família Leporidae.
Desta família fazem ainda parte outros animais, os “primos” do coelho e é sobre esses mesmos animais que este artigo trata, a fim de se aprofundar os conhecimentos gerais acerca da família dos coelhos.
Como é já sabido, o coelho caracteriza-se pela cauda curta e pelas orelhas e patas compridas. Sendo que estes animais se podem dividir em oito géneros distintos:
  1. Pentalagus;
  2. Bunolagus;
  3. Nesolagus;
  4. Romerolagus;
  5. Brachylagus;
  6. Sylvilagus;
  7. Oryctolagus;
  8. Poelagus.
Resumindo...
Coelhos
- Reino: Animalia, por ser um animal
- Filo: chordata, por possuir coluna
- Classe: mammalia, por beber leite da progenitora à nascença
- Ordem: Lagomorpha, por ter quatro dentes incisivos, por não ter osso no pénis e porque o escroto se situa em frente ao pénis)
- Família: Leporidae, dentro da qual se distinguem a Ochotonidae (pikas) e a Leporidae (coelhos e lebres)


1. Coelho europeu
De nome comum, coelho europeu, e de nome científico, Oryctolagus cuniculus, este animal é considerado o "pai" dos coelhos de estimação por ter dado origem às várias raças que hoje em dia encontramos disponíveis para ter como pet's. O seu estado de conservação na natureza é pouco preocupante.
Coelho europeu

2. Coelho do pântano

De nome científico Sylvilagus aquaticus, o coelho do pântano encontra-se principalmente no sudeste dos Estados Unidos da América (E.U.A) e o seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho do pântano

3. Coelho do deserto

O coelho do deserto tem como nome científico Sylvilagus audubonii e é mais abundante na zona sudoeste dos E.U.A. O seu estado de conservação é pouco preocupante.

Coelho do deserto


4. Coelho do chaparral

Syvilagus bachmani é o nome científico do coelho do chaparral. Este coelho é mais abundante na zona oeste dos E.U.A. O seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho do chaparral

5. Coelho brasileiro (Tapiti)

Syvilagus brasiliensis é o nome científico do Tapiti, também conhecido por coelho brasileiro. Este coelho é mais abundante na América do Sul e Central. O seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho brasileiro (Tapiti)

6. Coelho mexicano

De nome científico Syvilagus cunicularius, o coelho mexicano é mais abundante na zona da América Central. O seu estado de conservação é crítico, sendo uma espécie quase ameaçada.
Coelho mexicano

7. Coelho de Dice

De nome científico Syvilagus dicei, o coelho de Dice é mais abundante na América Central. O seu estado de conservação é bastante crítico, sendo uma espécie considerada em perigo.
Coelho de Dice

8. Coelho da Flórida

Sylvilagus floridanus é o nome científico do coelho da Flórida. Este coelho é mais abundante no este da América. O seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho da Flórida

9. Coelho das Três Marias

Sylvilagus graysoni é o nome científico do coelho das Três Marias. Este coelho é mais abundante no México e o seu estado de conservação é bastante crítico, sendo uma espécie considerada em perigo.
Coelho das Três Marias

10. Coelho de Omiltene

De nome científico Sylvilagus insonus, o coelho de Omiltene é mais abundante no México e o seu estado de conservação é muitíssimo crítico, sendo uma espécie considerada em perigo crítico.
Coelho de Omiltene

11. Coelho de São José

De nome científico Sylvilagus mansuetus, o coelho de São José é mais abundante no México e o seu estado de conservação é crítico, sendo uma espécie considerada quase ameaçada.
Coelho de São José

12. Coelho das montanhas

Também conhecido por coelho de Nuttall, o coelho das montanhas tem como nome científico Sylvilagus nuttallii. Este coelho é mais abundante na zona oeste dos E.U.A e o seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho das montanhas

13. Coelho do Brejo

Este coelho tem como nome científico Sylvilagus palustris e é mais abundante na zona este dos E.U.A. O seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho do Brejo

14. Coelho da Nova Inglaterra

O coelho da Nova Inglaterra tem como nome científico Sylvilagus transitionalis e é mais abundante na zona nordeste dos E.U.A. O seu estado de conservação é vulnerável.
Coelho da Nova Inglaterra

15. Coelho de Barinas

O coelho de Barinas foi recentemente descoberto, pelo que os dados relativos a esta espécie são ainda insuficientes para calcular o seu estado de conservação. Contudo, o seu nome científico é Sylvilagus varynaensis e é mais abundante na Venezuela (onde foi descoberto).
Por ser uma espécie recente,
não temos ainda nenhuma fotografia disponível

16. Coelho de Manzano

O coelho de Manzano era considerado como uma subespécie do coelho da Flórida, tendo sido recentemente desagregado dessa espécie. O seu nome científico é Sylvilagus cognatus e é mais abundante no Novo México (E.U.A). Os dados disponíveis para calcular o seu estado de conservação são ainda insuficientes.
Por ter sido recentemente desagregado de outra espécie,
não temos ainda nenhuma fotografia disponível

17. Coelho dos Apalaches

O coelho dos Apalaches é mais abundante nos E.U.A, sendo o seu estado de conservação pouco preocupante. Tem como nome científico Sylvilagus obscurus.
Coelho dos Apalaches

18. Coelho listrado de Annam

De nome científico Nesolagus timminsi, o coelho listrado de Annam é mais abundante nas montanhas de Annam, fronteira Laos e Vietname. O seu estado de conservação não é possível de definir pois não existem dados suficientes para tal.
Coelho listrado de Annam

19. Coelho de Sumatra

De nome científico Nesolagus netscheri, o coelho de Sumatra é mais abundante nas montanhas Barisan (Sumatra, na Indonésia). O seu estado de conservação é muitíssimo crítico, pelo que é considerada uma espécie em perigo crítico.
Coelho de Sumatra

20. Coelho de Amani

De nome científico Pentalagus furnessi, o coelho de Amani é originário do Japão, sendo por lá mais abundante. O seu estado de conservação é bastante crítico, pelo que é considerada uma espécie em perigo.
Coelho de Amani

21. Coelho bosquímano

O coelho bosquímano tem como nome científico Bunolagus monticularis. Este coelho é mais abundante no deserto do Karoo (Sul e Central, na África do Sul). O seu estado de conservação é muitíssimo crítico, pelo que é considerada uma espécie em perigo crítico.
Coelho bosquímano

22. Coelho Zacatuche

Também conhecido por teporingo ou por coelho-dos-vulcões, o coelho Zacatuche tem como nome científico Romerolagus diazi. Este coelho é mais abundante no México. O seu estado de conservação é crítico, pelo que é considerada uma espécie em perigo.
Coelho de Zacatuche

23. Coelho pigmeu

O coelho pigmeu é o coelho mais pequeno do mundo. Tem como nome científico Brachylagus idahoensis. Este coelho é mais abundante nos E.U.A e o seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho pigmeu

24. Coelho de Bunyoro

O coelho de Bunyoro é mais abundante no continente Africano. Tem como nome científico Poelagus marjorita. Este coelho é mais abundante nos E.U.A e o seu estado de conservação é pouco preocupante.
Coelho de Bunyoro
Lebres
A lebre insere-se na mesma família que o coelho, sendo sua "prima afastada". Apesar de serem muito parecidos, a lebre e o coelho distinguem-se facilmente pelo tamanho (a lebre é maior - 50 a 70 cm; 2 a 7 kg), pela cor (a lebre apresenta uma cor amarela acastanhada, sendo a mesma mais evidente na parte superior do seu corpo) e, sobretudo, pelas orelhas (evidentemente maiores nas lebres do que nos coelhos). Outra característica notável nas lebres é o comprimento dos seus membros posteriores, membros esses que lhe permitem atingir velocidades na ordem dos 55 km/H. Além disso, a lebre é um animal que também nada e trepa sem qualquer dificuldade. As suas crias já nascem com uma pequena capacidade motora e visual, nascendo também já com pêlo. A lebre divide-se em três géneros distintos:
  1. Lepus;
  2. Caprolagus;
  3. Pronolagus.
No total, cada género contém perto de 40 subespécies.

Lebre assobiadora (Pika)
A lebre assobiadora, também conhecida por Pika, é facilmente distinguida. As suas orelhas e membros são mais curtos do que as orelhas e membros do coelho. A Pika pertence à mesma família do coelho, inserindo-se no género Ochotona, onde estão enquadradas cerca de 30 distintas subespécies.

Texto cedido por Ana Santos, o qual foi adaptado.
LinkWithin