Mensagem das autoras

Bem vindos ao blogue.
Esperamos que encontrem por cá ajuda para os vossos problemas ou para resolver as vossas curiosidades.
Caso não encontrem respostas às vossas dúvidas, não hesitem em escrevê-la num comentário, na Cbox ou num e-mail.
Apesar de termos alguns conhecimentos de saúde, não somos veterinárias e não sabemos diagnosticar os vossos coelhos, assim como não compactuamos com negligência. Casos de doença são para os veterinários.
Não pretendemos afirmar-nos como autoridades, mas sim facultar um local onde se possa aprender um pouco mais.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Coelhos como prenda

Como já muitos sabem, há muita gente que no Natal resolve oferecer animais... Claro que alguns apenas aproveitam a ocasião para oferecer uma prenda há muito desejada, mas outros compram apenas porque se lembraram.

O problema disto é que os animais nem sempre são aquilo que se espera e dão trabalho. Os coelhos, devido ao seu aspecto e aos numerosos estereótipos que existem, são tidos como animais fofinhos, semelhantes a peluches. A questão é que não são peluches, são seres vivos, que têm o seu feitio próprio, comportamento próprio e até podem nem ser sociáveis.

O que acontece quando a pessoa que recebe o coelho como prenda não está preparada para o ter? Bem, normalmente ao fim de 3 meses estão prontos a dá-lo, estão saturados e estão desiludidos com o animal que lhes calhou. E o pobre animal, que não tem culpa de nada a não ser de parecer fofo o suficiente para que toda a gente pense que ele é, vai começar a percorrer casas, e às vezes até a ser abandonado (sei de um caso em que um coelho raçado de angorá foi encontrado à berma da estrada)...

Por isso, se quer realmente oferecer um coelho a alguém, certifique-se de que a pessoa sabe com o que pode contar, que não criou falsas expectativas em torno do animal e que sabe o necessário para cuidar bem dele. Se viver com essa pessoa, prepare-se para ter de assumir a responsabilidade de ter de cuidar dele caso a pessoa recue na decisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui as suas dúvidas, comentários, opiniões e temas que quer ver tratados. A sua opinião conta.

LinkWithin