Mensagem das autoras

Bem vindos ao blogue.
Esperamos que encontrem por cá ajuda para os vossos problemas ou para resolver as vossas curiosidades.
Caso não encontrem respostas às vossas dúvidas, não hesitem em escrevê-la num comentário, na Cbox ou num e-mail.
Apesar de termos alguns conhecimentos de saúde, não somos veterinárias e não sabemos diagnosticar os vossos coelhos, assim como não compactuamos com negligência. Casos de doença são para os veterinários.
Não pretendemos afirmar-nos como autoridades, mas sim facultar um local onde se possa aprender um pouco mais.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Doenças dos coelhos

Doença Hemorrágica Viral (DHV)

Causa: infecção por calicivírus
Transmissão: contacto directo e indirecto (insectos, aves, mamíferos, objectos contaminados, etc.)
Sintomas: pode ser assintomático, mas havendo sintomas poderão ser neurológicos (excitação, falta de coordenação) e/ou hemorragias pelo nariz ou outros orifícios naturais
Manifestação da doença: cerca de 48h após contágio
Prevenção: vacinação (deve ser feita no primeiro mês com reforço no segundo, sendo depois administrada de ano a ano) e controlo de insectos e objectos contaminados
Taxa de mortalidade: 50-100% (os que não morrem continuam a ser portadores da doença e a excretar o vírus durante cerca de um mês)

Mixomatose



Causa: infecção por poxvírus (fibroma de Shope)
Transmissão: principalmente por vectores (mosquitos, pulgas, etc.), mas também por contacto directo
Sintomas: corrimento nasal, olhos congestionados e inflamados com secreção purulenta, edemas generalizados (principalmente em redor da cabeça, como nos olhos e orelhas)
Manifestação da doença: 5 dias a uma semana após contágio
Prevenção: vacinação (a partir de um mês de idade com reforços de 6 em 6 meses) e controlo de insectos
Taxa de mortalidade: é fatal na maioria dos casos (mas não possuo números)

Patologia Dentária - alterações dentárias


Causa:
hereditárias, congénitas ou adquiridas (alimentação, trauma, deficiências durante o crescimento)
Sintomas: dada a natureza reservada dos coelhos, muitas vezes é difícil diagnosticar. Contudo podem ser observadas alterações no comportamento como beberem e/ou comerem menos. Deve-se estar atento pois quando se detecta já se pode estar na presença de infecções ou inflamações graves
Patologias associadas: devido ao relacionamento com outras estruturas anatómicas - abcessos, rinites, sinusites, alterações oculares e alterações neurológicas
Diagnóstico: exame oral completo (podendo ou não levar anestesia) e exames auxiliares (como radiografias)
Tratamento: de acordo com o que é observado o tratamento passa por correcção de um sobrecrescimento de dentes, a excisão de abcessos, remoção dos dentes afectados e outros procedimentos de acordo com o grau de envolvimento de outras estruturas da cabeça
Sucesso da intervenção: depende do diagnóstico precoce, dentição afectada e alterações já presentes

Pasteurelose - infecção respiratória

Causa: infecção por Pasteurella multocida (é uma bactéria comensal, ou seja, habita habitualmente no organismo dos coelhos, mas torna-se perigosa em situações em que as defesas imunitárias estão diminuídas)
Sintomas: alterações respiratórias, abcessos e infecções do sistema reprodutor (abortos, infecções uterinas, orquites e mamites) e em situações mais graves septicemia (infecção generalizada) e mesmo a morte (quando não tratada de imediato e evolui para pneumonia)
Prevenção: reduzir ao mínimo situações de stress/medo, evitar contacto com coelhos “suspeitos”, prevenir o aparecimento de outras doenças que possam fragilizar a sua saúde e, por último, a vacinação
Tratamento: administração de antibióticos

Toxoplasmose

Causa: parasita protozoário designado Toxoplasma gondii (tem o gato como hospedeiro definitivo, e o homem e outros animais como hospedeiros intermediários)
Transmissão: comida ou água contaminada, pulgas e piolhos
Sintomas: febre, falta de apetite, prostração, muita sede, abdómen de tamanho aumentado, emagrecimento, anemia, diarreia fétida de cor esverdeada ou com sangue e convulsões (poderá existir paralisia da região posterior)
Diagnóstico: análise directa (através da identificação do parasita nas fezes) ou indirecta (através de análises ao sangue para detecção de anticorpos específicos)
Tratamento: administração de antibióticos

Sarna - dermatite

Causa: ácaro Sarcoptes scabiei (pode ser transmitido ao homem)
Primeiros sinais de alarme: o focinho do coelho que é geralmente limpo e brilhante, apresenta-se coberto com um pó branco, semelhante à farinha, assim como as suas patas. Isto acontece porque o coelho, ao sentir a irritação produzida pela picada do parasita na cabeça, procura coçar o local
Sintomas: forma crostas duras, de cor amarelo-cinza na cabeça do coelho, principalmente na boca, olhos e nariz, estendendo-se nos casos graves às patas e órgãos genitais. Lábios apresentam-se consideravelmente inchados e o coelho não pode alimentar-se devido à dor e à dificuldade que sente ao mastigar. Com isto o animal emagrece, enfraquecendo até morrer.
Diagnóstico: análise das substâncias presentes na pele do animal
Tratamento: o tratamento deverá ser adequado a cada caso, sendo relativamente fácil se tratado antes da doença atingir a cabeça

Sarna Auricular

Causa: uma infecção parasitária ocasionada por dois parasitas, Psoroptes communis e Chorioptes cuniculis, os quais se localizam dentro do ouvido do coelho
Sintomas: forte irritação, no interior de um dos ouvidos do coelho, seguida de inflamação e formação de uma secreção espessa, que em poucos dias torna-se serosa e amarelada. Com a continuação da doença, há formação de crostas ou escamas de cor amarelo-pardo, aderentes à parte interna da orelha fechando completamente o ouvido do animal, pelo que os coelhos inclinam a cabeça para o lado doente, procurando coçar com as patas a orelha atacada
Tratamento: o veterinário indicará o tratamento mais adequado a seguir

Desinteria - infecção intestinal

Causas: pode ser provocada tanto por amebas como bactérias
Contágio: contacto directo, alimentos fermentados ou sujos, excesso da forragem verde de alimentação, intoxicações alimentares, parasitas intestinais, os alojamentos húmidos e calor intenso.
Sintomas: pêlos em volta do ânus sujos de fezes moles, ventre inchado, perda de apetite, bebem muita água, olhos baços e pêlos arrepiados
Tratamento: reposição de água e sais e antibióticos

Parasitas externos - pulgas e piolhos

Sintomas: queda do pêlo no dorso do animal e na cauda, pois, para atenuar as picadas do parasita o coelho procura coçar as partes atingidas, arrancando ele próprio o pêlo destes locais
Tratamento: desparasitação externa com Advantage 40 (NUNCA usar Frontline) e tratamento das zonas afectadas

Indigestão

Causas: excesso de comida, excesso de ingestão de produtos verdes e posterior fermentação (o que provoca gases) ou ingestão de plantas tóxicas
Sintomas: estômago endurecido e o ventre inchado, agitação e o coelho deixa de comer

Torcicolo ou pescoço torto (head tilt)

Causas: deficiência de Vitamina B, otites, tumor cerebral, AVC, trauma à cabeça ou pescoço, infecções por bactérias e na grande maioria devido a uma infecção parasitária, por E. Cuniculi
Sintomas: o coelho, nestas condições, torce a cabeça para um lado, dando a impressão que os músculos estão continuamente em contracção; o animal anda com grande dificuldade, girando frequentemente sobre um mesmo lado.
Tratamento: o tratamento pode passar por injecções de vitamina B, antiparasitários, tratamento da patologia que originou o torcicolo...

Acaríase

Causa: Psoroptes cuniculi (no pavilhão auricular), Cheyletiella parasitivorax e Listroporus gibbusé (próprios do pêlo)
Transmissão: contacto directo com os hospedeiros infectados, crosta de descamação ou material de cama contaminado
Sintomas: acumular de secreção serosa e de crostas castanhas no pavilhão auricular, áreas sem pêlos, húmidas e vermelhas, torcicolo, arranhões, escoriações, pêlos arrepiados, úlceras de pequena ou grande extensão.
Diagnóstico: a ser feito pelo veterinário
Tratamento: o tratamento deve ser específico e dependente do ácaro em estudo. Receitas caseiras devem ser abolidas pois muitas destas receitas possuem princípios tóxicos.

Anorexia

Causa: patologia dentária, privação de água, temperaturas extremas, dieta não palatável ou imprópria, alteração brusca da dieta, má oclusão, dor, perda de olfacto, stress, distúrbios metabólicos, toxemia, tricobezoar, neoplasia, factores mecânicos que impedem o acesso à comida, mudança brusca de alimentação ou do próprio comedouro ou bebedouro
Sintomas: perda de peso ou deficiência no ganho de peso, susceptibilidade a doenças devido à diminuição de resistência, desidratação, perda de ninhadas e morte.
Prevenção: alimentação limitada (1 ou 2 vezes ao dia) ou administração de uma dieta com alta concentração de fibras
Tratamento: utilização de alimentos adocicados ou os mais aceites, troca dos componentes da dieta e/ou bebedouros e comedouros, administração de polivitamínicos ou esteróides anabólicos, tratamento específico da anormalidade que causou a anorexia

Obesidade

Causa: dieta inapropriada (excesso de ração, falta de feno, excesso de calorias), inactividade
Sintomas: peso exagerado para a constituição óssea, barriga a tocar no chão, papos de gordura no pescoço, camada de gordura à volta do corpo de modo que não se consigam sentir as costelas
Prevenção: alimentação limitada (1 ou 2 vezes ao dia), administração de uma dieta com alta concentração de fibras (especialmente feno em detrimento de ração), obrigar o coelho a exercitar-se
Tratamento: dieta rica em feno e pobre em ração, exercício obrigatório

Encefalitozoonose

Causa: parasita intracelular obrigatório (protozoário), Encephalitozoon cuniculi
Transmissão: contacto da urina com a mucosa oral é a mais importante via de transmissão, embora a contaminação oral-fecal, respiratória e transplacentária também possam ocorrer
Manifestação da doença: esporos aparecem nos rins 31 dias após a inoculação e são excretados na urina até três meses após a inoculação.
Sintomas: retardamento no crescimento, tremores, torcicolo, paralisia, convulsões e morte
Prevenção: utilização de bebedouros tipo garrafas ou automáticos, comedouros apropriados e gaiolas adequadamente limpas
Diagnóstico: exame minucioso do paciente, radiografias do crânio e cultura de secreções otológicas
Tratamento: antiparasitários

Canal lacrimal preguiçoso

Causa: canal lacrimal entupido (poeira, sujidade...)
Sintomas: o coelho chora muito de um ou dos dois olhos
Prevenção: não usar areia como litter, evitar ambiente com poeiras
Diagnóstico: exame do coelho
Tratamento: lavagem com soro fisiológico e massagem do local (durante uma semana, após isso levar imediatamente ao veterinário se os sintomas persistirem)

67 comentários:

  1. Este artigo é uma óptima ajuda para termos uma noção da realidade de ter um coelho :)

    Obrigada pelo post, foi muito útil.

    Sara

    ResponderExcluir
  2. este site é muito bom para quem tem coelhos pois ajuda a conhcer as doenças dos coelho
    abrigada

    ResponderExcluir
  3. algem sabe a rasao porque os coelhos comesam a morder?

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelos elogios ;)

    Em relação à pergunta:
    Depende de muita coisa. Pode ser por ter atingido a puberdade e estar a defender território, pode ser por ter ficado com medo por alguma razão e defender-se tentando morder, pode ser por ter sofrido algum trauma e ter ficado violento.

    ResponderExcluir
  5. Devo evitar ter um coelho numa casa com crianças devido à sarna? que posso fazer para a evitar?

    ResponderExcluir
  6. Não é preciso evitar por causa das crianças.
    O que deve fazer é:
    - adquirir o coelho num criador ou local de confiança (de preferência com recomendações) para que não venha com sarna
    - manter-se atento, pois se reparar que o coelho tem peladas ou crostas, levar imediatamente ao veterinário (e aí sim, restringir o contacto das crianças com o coelho)

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Gostaria de um apoio:
    Recentemente adquiri um mini coelho.Próximo de seu focinho há uma queda acentuada de pêlos.Li que pode ser causada por fungos em função do contato com a água na hora de bebê-la.Qual fungicida poderia ser usado?
    Grato,

    ResponderExcluir
  8. O único apoio que lhe posso dar é dizer para ir ao vet. Não se pode pôr a aplicar um fungicida só porque leu que podem ser fungos. Pode ser outra coisa qualquer e estar a agravar-se enquanto tenta medicá-lo erradamente.
    Não sou veterinária e não tenho competências para fazer diagnósticos à distância, e muito menos prescrever medicamentos, por isso o melhor mesmo é ir com ele ao vet.
    Lembre-se que ao medicá-lo sem acompanhamento médico pode estar a matá-lo sem saber.
    As melhoras do pequeno.

    ResponderExcluir
  9. Por que que vocês inventam de criar coelhos como animais de estimação?
    A criação de coelhos(cunicultura) é uma cultura zootecnica que tem por finalidade a produção de carne e peles para o consumo humano.
    Coelho não é bicho de estimação!

    ResponderExcluir
  10. Aqui ninguém inventou nada. A criação de coelhos para fins que não de alimento ou fornecimento de peles já existe há vários séculos.

    E se existem porcos de estimação, porque não coelhos? Compreendo que existam pessoas a quem talvez faça confusão, visto terem sempre criado coelhos com fins alimentícios ou outros, mas a verdade é que ninguém o obriga a ter de levar com um coelho em casa e tratar dele.

    Por isso, nem que eu quisesse ter um bezerro de estimação, alguém teria algo a alvitrar em relação a isso a menos que incomodasse alguém. E refiro-me a incomodar mesmo e não a fazer comichão no cérebro.

    E meu caro, não me venha dar lições de Zootecnia, porque disso percebo eu, ok?

    ResponderExcluir
  11. Nossa, como tem gente ignorante e idiota nesse mundo! Eles não tem o que fazer mesmo. Dai-nos paciência... Nem vou comentar também daqueles que criam cobras ou incetos ou ANTAS! Não é necessário. Ainda bem que podemos ter e cuidar do que bem quisermos. :)

    Para a dona do BLOG... PARABENS!

    FER!

    ResponderExcluir
  12. deve-se evitar ter coelho numa casa com uma pessoa portadora de lupus?

    ResponderExcluir
  13. olá...
    gostaria de saber se faz mal uma pessoa com lupus criar um coelho?
    por favor me responda logo, pois quero criar um coelho, mais, minha mãe tem lupus e nós temos medo fazer mal para a saúde dela criar um coelho, por isso peço urgencia na resposta.

    ResponderExcluir
  14. Peço desculpa, mas não percebi a associação entre a pessoa ter lúpus e possuir um coelho, onde queria chegar?

    ResponderExcluir
  15. Tinha postado o comentário antes de receber por mail o segundo que me enviou.
    Portanto o seu problema é que possa prejudicar a saúde da sua mãe. Do que conheço de lúpus, não vejo como um animal pode afectar ou não o desenvolvimento da doença. Desde que não obrigue a sua mãe a cuidar do coelho para não se cansar, não vejo como poderia afectar a sua saúde.

    ResponderExcluir
  16. ola eu tinha 12 coelhos mais 1 morreu e o outro esta com uma das patas traseiras imovel ... arrastando mesmo isso é algum tipo de doença? como posso trata-lo?

    ResponderExcluir
  17. O que fazer?! Levá-lo ao veterinário como qualquer pessoa responsável...

    ResponderExcluir
  18. Eu tenho um coelho anão e um dia nós colocamos o coelho na gaiola ele estava bem mas no dia seguinte não tinha mais forças nas patas trazeiras o que pode ter causado isso? Tem um remédio?

    ResponderExcluir
  19. Tem um remédio: veterinário.

    ResponderExcluir
  20. Olá. Tenho desde já a dar os parabéns, um blog muito bem conseguido, que me tem ajudado bastante.
    Queria saber se dá para ver se um coelho tem febre sem ser com um termómetro?
    Eu comprei um coelho, mas ele é muito novo, tem 1 mês, e sei que todo o cuidado é pouco, principalmente tendo em conta a idade. Como tive um que morreu de Encefalitozoonose, ainda com 5 meses, nao quero tirar o olho deste pequeno. Ele hoje andou a beber muita água (ficou quase 10 min a beber sem parar), é mau sinal, ou estará só com sede?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  21. O único método infalível de ver a temperatura é mesmo o termómetro. Pode-se ver nas orelhas, mas se o coelho andar a correr vai perder calor por aí e as orelhas vão ficar com uma temperatura superior.

    O facto de beber água tanto pode ser normal como pode ser também golpe de calor. Veja os outros posts sobre este assunto e se tiver mais dúvidas é só colocar.

    ResponderExcluir
  22. BOa tarde.
    tenho um coelho anão que nesta altura do ano está a perder muito pelo ,mas desta vez está a perder mais que o normal ,está apatico ,não come nem bebe agua.
    Alguma sugestão,para o problema deste bichinho ?

    ResponderExcluir
  23. Se não come nem bebe tem de se dirigir imediatamente ao vet. E marcar consulta para ontem, porque se não come pode ser muito grave. Tente que ele pelo menos beba ou facilmente morrerá de desidratação.

    ResponderExcluir
  24. oii!

    adorei o blog.
    é realmente uma ótima ferramenta para os criadores de coelhinhos obterem informaçoes cruciais, principalmente para os iniciantes como eu.

    mas, eu gostaria de tirar uma dúvida...
    comprei meu coelhinho, é um lion head e ele só tem 2 meses. ele veio com pulgas e eu nao sei oq dar, pois ele so tem 2 meses. pesquisei os medicamentos mais utilizados, são: frontline, advantage e tem o program plus. Mas como ele so tem 2 meses, nao sei se posso dar algum desses... vc poderia me informar a respeito?

    Ah, e eu passo oq na casa para evitar infestaçao?

    desde ja grata, cau.

    ResponderExcluir
  25. Olá cau, bem vinda.

    Bem, primeiro que tudo: não ponha Frontline. Este desparasitante é contra-indicado no caso dos coelhos pois é tóxico para eles. Deve optar por Advantage 40 para gatos pequenos (pipetas). Estas são aplicadas na prate de trás do pescoço do coelho para que ele não possa lamber, directamente na pele. Existem locais onde pode comprar apenas uma pipeta sem ter de adquirir toda a caixa.

    Quanto à casa, em Portugal usa-se bastante o Biokill e o Ektokill, não sei se existem no Brasil mas deverá averiguar se não são tóxicos para coelhos. Lave muito bem o chão com água quente (para tentar eliminar os ovos de pulga) e quando seco passe o spray.

    Espero ter ajudado!

    ResponderExcluir
  26. Obrigada, Ana. Já apliquei o remédio. Irei esperar pelos resultados.
    =]

    ResponderExcluir
  27. muito obrigada tirei todas minhas duvidas parabens para todos!!!!!

    ResponderExcluir
  28. Olá Ana!
    Sou a Rita, tua colega de fac ;) Descobri este blog numa pesquisa mas dps percebi que era teu! Olha, muitos parabéns, acho que está mt bem feito, objectivo, simples. Muito bem conseguido mm!

    Vi este artigo, e a minha Lucy por vezes fica com bastantes gases. Já tive de a levar à veterinária por causa disso. Sabes de algo que lhe possa dar nessas alturas para melhorar?
    Costumo fazer-lhe algumas massagens leves na barriga e ela parece gostar. Mas se souberes de alguma outra técnica... ;)

    Beijinho

    ResponderExcluir
  29. Olá Rita xD

    Olha, nem a propósito, o último post aqui do blogue é uma lista de alimentos e as propriedades. A maneira mais fácil é evitar os flatulentos e tentar dar os anti-flatulentos. As massagens também dão jeito, assim como dar muito feno para evitar tanto a formação dos gases (às vezes passar muito tempo sem comer ajuda à formação).

    Já agora, há um novo fórum ligado aqui ao blogue, está ali no canto - OCA-Forum.

    ResponderExcluir
  30. Olá! Olha, não tinha visto a lista :S

    Ela passar mt tempo sem comer não consegue, por isso o prob não será daí :D e feno não gosta muito, infelizmente... enfim... lá terão que ser as minhas massagens :D

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  31. Ola eu tenho um coelho , ele nao come nem bebe , hoje a tarde ele paraecia ter tido um ataque, começou-se a rebolar... o que sera que ele tem ? Nao tem reação nenhuma... adquiri-o no Domingo,numa esposição de animais e estava tudo bem com ele,hoje ficou assim de repente!!!
    Á alguma coisa que eu possa fazer em casa neste momento? Se poderes ajudar agradeço!

    ResponderExcluir
  32. A única coisa que pode fazer neste momento é correr com ele para o vet. Sim, a esta hora. Porque se for de manhã pode já não ter coelho. Aliás, devia ter ido logo durante a tarde.

    ResponderExcluir
  33. oi, tenho um coelho que de um dia para o outro ficou com a cabeça de lado. como posso ajuda-lo? tem mesmo que ser vet ou posso fazer algo em casa? pode levar a morte?

    ResponderExcluir
  34. A única forma de o ajudar é levá-lo ao vet o mais cedo possível. Se não for tratado logo o head tilt pode levar à morte (e na maioria dos casos leva).

    ResponderExcluir
  35. nao tem como cuidar do coelho em casa com do esta com sarna auricular ?

    ResponderExcluir
  36. A sarna auricular é para ser vista por um vet. Depois poderá tratar dele em casa de acordo com as indicações que lhe forem dadas.

    ResponderExcluir
  37. OI...gostei do blog...
    e se possivel o tete(meu coelho)Estevão, tem umas cascas atraz da orelha...tipo quando machucado se cicatriza...
    alguma ideia do que seja???
    abrigado pelo espaço e atenção...
    =)...

    ResponderExcluir
  38. Depende, poderá ser de alguma vacina, poderá ser um problema dérmico, poderá ser de se coçar porque tem parasitas externos... O melhor mesmo é levar ao vet.

    ResponderExcluir
  39. Achei bastante porreiro estas dicas pois sou possuidor de um "orelhas" bastante giro,continuem pois temos que cuidar dos nossos animaizinhos.

    ResponderExcluir
  40. olá, tenho um coelho anão que de um dia para o outro ele ficou sem equilíbrio parece não ter noção, está andando torto e não consegue manter o pescoço firme parece que está tonto o que devo fazer?

    ResponderExcluir
  41. É levar imediatamente ao vet.

    ResponderExcluir
  42. anonimo, obrigada pelos elogios

    ResponderExcluir
  43. Como trato canal lacrimal entupido do meu coelho., estou pingando soro....a massagem que faço é bem no canal mesmo? ele esta chorando de um olho só....no começo havia uma secreção branca, mas agora e so agua mesmo., estou em duvida de como massagear., vc poderia me ajudar.
    Obrigada
    Rita

    ResponderExcluir
  44. anonimo, tem de ir ao veterinário com o seu coelho para que ele possa ser observado por um profissional de saude animal.

    ResponderExcluir
  45. Obrigada pela ajuda pk na net pra encontrarmos o k keremos e perciso andar "nao sem kuanto tempo" por iso continua asim a seres objectiva:

    ResponderExcluir
  46. Olá. Tenho um coelho anão á cerca de um mês e meio. De um momento para o outro ele começou a andar com a cabeça de lado e sempre encostado aos móveis. também passa o tempo todo a rebolar-se. levei-o ao vet e disseram que ele tinha pasteurela. Estou a fazer o tratamento com antibiotico. já está um pouco melhor mas continua com a cabeça de lado. será que esta doença é mortal? e se não será que ele vai voltar a ficar com a cabeça direita?
    Ana

    ResponderExcluir
  47. Ana, isso é estranho pois não costumam ser esses os sintomas de infecção pela bactéria pasteurella.
    Como pode ler neste mesmo artigo:

    "Pasteurelose - infecção respiratória

    Causa: infecção por Pasteurella multocida (é uma bactéria comensal, ou seja, habita habitualmente no organismo dos coelhos, mas torna-se perigosa em situações em que as defesas imunitárias estão diminuídas)
    Sintomas: alterações respiratórias, abcessos e infecções do sistema reprodutor (abortos, infecções uterinas, orquites e mamites) e em situações mais graves septicemia (infecção generalizada) e mesmo a morte (quando não tratada de imediato e evolui para pneumonia)
    Prevenção: reduzir ao mínimo situações de stress/medo, evitar contacto com coelhos “suspeitos”, prevenir o aparecimento de outras doenças que possam fragilizar a sua saúde e, por último, a vacinação
    Tratamento: administração de antibióticos"

    O meu conselho seria pedir uma segunda opinião noutro vet.

    ResponderExcluir
  48. otimo comentário so que a minha coelha esta morrendo por causa de um torcicologo e nao tenho como pagar um veteribario

    ResponderExcluir
  49. Lamento muito, mas não o posso ajudar. Só um profissional de saúde veterinária o pode ajudar, é para isso que eles servem. Quando compramos um animal temos de pensar nessas coisas antes e não quando as emergências surgem.

    ResponderExcluir
  50. lilly

    o meu coelho teve uma infeccao de ouvido apois disto ele nao tem comido enem bebido nada a uma semana e ele se encontro muito duro parece que esta com dor.O que posso fazer?

    ResponderExcluir
  51. Pode levá-lo urgentemente ao veterinário.

    ResponderExcluir
  52. olá tenho um coelho femea de 9 meses um dos olhos estaum pouquinho inchado e preto por fora e por dentro o outro olhinho esta azul por fora e pretinho onde fica a pupila, este que eu acho estar com problema esta preto por fora e por dentro onde fica a pupila não notei nenhuma alteração esta comendo e bebendo normalmente so esta um pouco isolada fica sempre debaixo da cama não quer brincar esta sempre se escondendo> O que fazer me ajudem estou começando a ficar preocupada.

    ResponderExcluir
  53. Se o coelho apresenta sinais de apatia, leve-o ao veterinário para uma observação profissional e directa. Através daqui, pouco posso ajudar. As melhoras.

    ResponderExcluir
  54. Tenho um coelho de 8 anos mais o menos a uma semana percebi que as patas trasseiras dele estava sem pelo e meio avermelhada,so que agora está bem vermelho e com sinais de feridas,onde moro não tem vet especializado em coelho não sei o que fazer alguns anos atrás ele deve começo de sarna como percebi no começo o dono do pet onde ele corta as unhas sobe medicar ele com um remédio para sarnas,agora não sei o que fazer estou desesperada me ajudem por favor amo o meu filhinho do coração.Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  55. Nicoly, pode ser mesmo um caso de sarna. Queira por favor enviar-me uma fotografia para o nosso e-mail: ocoelhoanao@gmail.com

    ResponderExcluir
  56. Tenho um coelho anão que tem o seguinte problema:
    - Faz muito Xixi e bebe muita água;
    - Quando se solta da gaiola começa a sacudir as patas da frente e lambeas, se anda um bocado faz isso novamente.
    Será que tem alguma doença.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  57. Não. Esses comportamentos são perfeitamente normais : )

    ResponderExcluir
  58. Olá, estou a pensar ter um coelho.
    Pode informar-me por quanto fica uma consulta no veterinário para vacinar o coelho? Só para ficar com uma ideia dos custos que vou ter.
    Muito obrigado

    ResponderExcluir
  59. Joana, se for de Lisboa tem uma clínica fantástica. ExoClinic, em Miraflores. É especializada em animais exóticos e bastante acessível (para clínica especializada na área). As consultas são à roda de 20€ e a vacinação deverá rondar os 15€. De qualquer forma, é ligar para lá e perguntar: 214120107 - Dra. Cristina Almeida (médica do meu coelhinho).

    ResponderExcluir
  60. mais que coelho gordo ta o meu

    ResponderExcluir
  61. como vou saber que meu coelho es ta com febre

    ResponderExcluir
  62. Tenho um coelho anao a pouco tempo. Mas acho que ele esta com um problema, uma das orelhas dele caiu. Isso e normal? Sera que e algum problema, ou e apenas tristeza? Por favor, me responda logo. Muito obrigada

    ResponderExcluir
  63. olá tive um coelho recentimente,e ele morreu com um inchaço no pescoço,será q foi doença ou alguma picada.Adoro coelhos e stou com medo de ter outro e acontecer a msma situação,chorei muito...

    ResponderExcluir
  64. Bom dia. Tenho um coelho anão que deixou de mexer a pata de trás. Pensei que poderia ter sido um ataque de outro coelho. Contudo agora deixou de mexer a pata da frente do mesmo lado e começou a beber muita água. O que poderá ter sido? Um AVC?

    ResponderExcluir
  65. durepox, incentive o seu coelho a exercitar-se e solte-o mais vezes.

    Anónimo, é complicado saber o que foi... Pode ter sido um tumor..

    Anónimo 2, mais uma vez é complicado saber o que foi.. Aconselho uma ida ao veterinário, para ontem !

    ResponderExcluir
  66. Anónimo, há raças de coelhos com orelhas caídas. Ao fim de algum tempo deverá cair a outra. Se não for esse o caso, leve-o ao veterinário.

    ResponderExcluir
  67. Anónimo, para se ver a febre do coelho tem de se ter alguma experiência caso contrário pode magoar o animal.. Peça ajuda ao ser veterinário.

    ResponderExcluir

Escreva aqui as suas dúvidas, comentários, opiniões e temas que quer ver tratados. A sua opinião conta.

LinkWithin